Paris e suas pequenas surpresas!

Minha querida amiga e colaboradora Anna Saboia nos mandou esse saboroso texto de Paris, aproveitem !

d1400-foto2b12b-2bav-2bdes2bchamps2belyse25cc2581e
Av. des Champs Elysée – Foto Yeda Saigh
Andar a pé em Paris não é novidade para os amantes da cidade luz. Depois de 15 dias de estadia, calejada no quesito descobertas – devoro o Pariscope, leio o Monde e o Libération, além de consultas diárias à internet para saber das exposições, peças e filmes. Já visitamos vários lugares, 6 exposições e vimos 5 filmes que dificilmente chegarão ao país.

Estamos hospedados no 3ème arrondissement nas cercanias do Marais. Nesta sexta-feira ensolarada e com 20 graus de temperatura, resolvemos ir até as margens do Sena. Descemos a rue Saint Martin – muito movimentada com várias lojas e cafés – até a rue de Rivoli. De lá, basta um pulinho para chegar no rio.

7a753-foto2b1a2b-2brue2bde2brivoli2be2brue2bst-2bmartin
Rue de Rivoli e Rue St. Martin – Foto Internet

Margeando o Sena em direção ao Louvre, não é que me deparo com uma exposição de esculturas “Passerelle Enchantée” ao ar livre na Pont des Arts, passagem obrigatória dos apaixonados e dos artistas, que faz a ligação entre a Academia Francesa, de um lado do Sena e o Louvre de outro. A instalação das esculturas vai de um lado ao outro da ponte. O artista é Daniel Hourdé, que inclusive já esteve em Salvador e Belo Horizonte em janeiro passado. Suas obras são em bronze, algumas revestidas de materiais especiais. As obras são inspiradas em diferentes mitologias, fadas, diabos e divindades, entre o inferno e o paraíso.

ea4a2-foto2b1b2b-2bexposic25cc25a7a25cc2583o2bdaniel2bhourde25cc2581
Exposição Daniel Hourdé – Passarelle Enchantée – Foto Internet
Ande sempre em Paris, porque é simples assim!

Ontem fomos ao Quai de Bercy, outra surpresa! Esse cais foi construído em 1670 e se prestava a tratar madeira de construção para o aquecimento de Paris. Hoje tem Bercy Village, um centro comercial cheio de lojinhas e bares. Além disso, tem cinemas ótimos. O parque é lindo, demos uma boa e caminhada e vimos gente fazendo picnic.

09892-foto2b1c2b-bercy2bvillage
Bercy Village – Foto Internet
Outra novidade que inaugurou hoje é a cobertura da pirâmide do Louvre com uma fotografia do próprio Louvre para se ter uma ilusão de ótica, ficou bárbaro!
Essa semana vamos escrever sobre alguns passeios diferentes que fizemos em Paris com nosso guia Laurent Cendras.
Percurso dos edifícios art déco e art nouveau dos anos 30 em Boulogne Billancourt

Encontramos Laurent no Hippodrome d’Auteuil, visitamos o charmoso parque dos poetas um prolongamento das Estufas d’Auteuil e que dedica suas aleias floridas aos poetas.

95150-foto2b22b-2bsquare2bdes2bpoe25cc2580tes2bimg_6847
Square des Poétes – Foto Yeda Saigh

A poesia está gravada sobre pequenas placas (48) disseminadas ao longo das alamedas. Villon, Verlaine, Mallarmé ou Molière, Boileau e Baudelaire nos levam ao universo onde a beleza das palavras se confundem com a beleza da natureza. Um impressionante pinheiro da Áustria de 32 mts de altura, plantado em 1900 domina os bustos de Victor Hugo, Théophile Gautier, Alexandre Pouchkine…

da6ea-foto2b32b-2bsquare2bdes2bpoe25cc2580tes2bdes2bpoe25cc2580tes
L’Amour de Raoul Lampurdedieu e Busto de Victor Hugo de Rodin – Fotos Yeda Saigh
Em seguida fomos visitar as Serres (estufas) d’Auteuil no Bois de Boulogne, criada em 1761 no reinado de Luiz XV. Hoje o elegante jardim é organizado em volta de um vasto canteiro e as cinco estufas principais com uma arquitetura da Belle Époque, final do século XIX, dão nesse espaço central e abrigam coleções de plantas raras e árvores remarcáveis.
70503-foto2b42b-2bserres2bd2527auteuilimg_6877
Serres d’Auteuil – Foto Yeda Saigh

Vale a pena dar uma volta lá, parece que você está fora de Paris, muito calmo, canto de passarinhos.

86626-foto2b52b-2bserres2bd2527auteuil
Serres d’Auteuil – Foto Yeda Saigh 

De lá fomos para piscina Molitor, a mais antiga de Paris, art déco, no 16º arrondissement, ao lado do Bois de Boulogne entre o Estádio de Rolland Garros e o Parque dos Príncipes, onde fizeram um  hotel 5 estrelas incrível em volta da piscina. Foi inaugurada em 1929 e ficou célebre pela sua decoração art-déco e também por alguns acontecimentos como a primeira aparição do biquini em 1945.

3ec61-foto2b62b-2bhotel2b2be2bpiscina2bmolitor
Hotel Molitor – Foto Yeda Saigh
A piscina, declarada Monumento Histórico em 1990, fechou em 1989 e reabriu em maio de 2014 depois de dois anos e meio de reformas. O hotel tem 124 apartamentos dando todos para a piscina, um restaurante gourmet que sempre recebe um convidado MOF (melhor artesão da França), um bar, um terraço na cobertura e um spa Clarins.

Passeamos pelas ruas e vimos casas lindas dos anos 30 feitas por vários arquitetos famosos tais como Le Corbusier, Mallet-Stevens, Emilio Terry, Patout.

f2d30-foto2b72b-2bcasas2banos2b302barquitetos2bpingusson252c2ble2bcorbusier252c2be2bduhayon2b
Casas anos 30 – Arquitetos Pingusson, Le Corbusier e Duhayoun – Foto Yeda Saigh
eeee1-foto2b82b-2bportaria2bbois2bde2bboulogne
Portões Bois de Boulogne – Foto Yeda Saigh
Almoçamos num pequeno bistrot Le Grillon, um restaurante de bairro muito simpático, cozinha excellente, onde você se sente muito bem acolhido.
Um endereço para lembrar.

13 rue Mollien, 92100 Boulogne-Billancourt

02ba3-foto2b92b-2brestaurante2ble2bgrillon
Restaurante Le Grillon – Foto Yeda Saigh
De lá fomos conhecer uma das igrejas mais antigas de Paris, Notre Dame des Menus, da Idade Média, que conta a lenda que Nossa Senhora chegou nesse lugar de barco e mandou construir uma igreja alí em 1308.
Exposição Hubert Robert

O museu do Louvre fez essa belíssima exposição desse pintor pouco conhecido do público, mas no entanto importantíssimo da época do rei Luiz XVI e do período revolucionário. Foi um dos maiores criadores do imaginário poético do século XVIII. Começou sua vida de pintor na Itália onde morou por dez anos e foi muito influenciado pelos pintores italianos Panini e Piranesi em toda sua obra, o que pode ser visto na exposição. Depois, já de volta em Paris, foi o paisagista de Luiz XVI e desenhou vários jardins importantes, entre eles Le Petit Trianon e o Château de Méréville.

e95f4-foto2b102b-2bpira25cc2582mide2blouvre2bimg_7196
Pirâmide Louvre – Foto Yeda Saigh
 Foi ele que deu a ideia para Luiz XVI de fazer uma Galeria no Louvre para o povo poder ver os quadros de pintores famosos. Antes essas grandes obras eram feitas por encomenda aos pintores pelos reis ou pelos nobres e ficavam restritas a serem vistas só por essas pessoas. Pode-se então dizer que foi Hubert Robert que inventou o museu!
a5cbe-foto2b112b-2bhubert2brobert2b0
Hubert Robert – Foto Internet
Antes de ir embora do Louvre não deixe de ir ver Novo Departamento de Arte Islâmica do Louvre:

Vinte e quatro anos após a inauguração da pirâmide de vidro de I.M. Pei, o Museu du Louvre apresentou a sua segunda peça de arquitetura contemporânea em setembro de 2014, projetado pelo arquiteto milanês Mario Bellini e seu colega francês Rudy Ricciotti, que ganhou a comissão através de um concurso internacional em 2005. Semelhante a IM Pei, a dupla criou uma iluminação natural, espaço da galeria subterrânea sob um telhado de vidro ondulado, dentro do pátio histórico da Cour Visconti. O “véu enorme” é construído em uma rede de forma livre de 8.000 tubos de aço e vidro duplo isolante, envolta numa malha de alumínio ouro e prata.

3fbe0-foto2b122b-2barte2bisla25cc2582mica2b
Departamento de Arte Islâmica – Foto Yeda Saigh
Percurso das esculturas do século XIX no Quai d’Orsay

O século XIX foi um período de excepcional produção para a escultura: a burguesia triunfante e os poderes públicos aprendem a decorar suas casas e mostrar seu status social através das obras que tinham. Começamos o percurso com os ‘Gladiadores de Gérôme’, escultor official da Terceira Républica (Napoleão III) e criador do estilo chamado Pompier-Acadêmico. Continuamos com Carpeaux, escultor da Opéra Garnier, em seguida vimos ‘A porta do Inferno de Rodin’ e conhecemos todos seus alunos, dentre eles, Camille Claudel, que esculpiu obras autobiográficas como ‘As três idades da Vida’. Vimos também Antoine Bourdelle e sua obra ‘Hércules Arqueiro’, e por último as obras de Pompom que  ficou famoso com a sua escultura ‘Urso branco’.

ec174-foto2b132b-2burso2bbranco2bde2bpompom
Urso Branco de Pompom – Foto Yeda Saigh
Philarmonie

A nova sede da Filarmônica de Paris, projetada pelo renomado arquiteto francês Jean Nouvel no Parc de la Villette é o maior auditório da França.

10dc6-foto2b142b-2bphilarmonie2bimg_7058
Philarmonie – Foto Yeda Saigh

O prédio do auditório é uma jóia da arquitetura. Com 35 metros de altura, tem em cima uma tela gigante onde serão projetadas informações sobre a programação da sala. Sempre tem uma programação boa. Assistimos o excelente pianista russo Alexei Volodin maravilhoso! Tocou duas horas sem partitura!

5e888-foto2b152b-2balexei2bvolodin2bimg_7078
Pianista Alexei Volodin – Foto Yeda Saigh
2af80-foto2b162b-2bphilarmonie2bimg_7065
Philarmonie – Foto Yeda Saigh
Appolinnaire no L”Orangerie

A exposição Apollinaire, os olhos do poeta, se concentra no período em que Guillaume Apollinaire era ativo como um crítico de arte, principalmente entre 1902 e 1918. O objetivo desta exposição é mostrar a importância que teve nessa época os olhos deste crítico-poeta. Poeta, crítico, descobridor da arte africana, amigo de artistas, Apollinaire teve um papel central na revolução estética que deu origem à arte moderna.

00399-foto2b172b-2bapollinaire2bimg_7106
Exposição Apollinaire – Foto Yeda Saigh
Le Douanier Rousseau, a Inocência Arcaica

A exposição de Henri Rousseau, no Quai d’Orsay está muito bonita! Conhecido também pelo público como o douanier (aduaneiro) por ter trabalhado como inspetor de alfândega, foi um pintor francês inserido no movimento moderno do pós-impressionismo. A sua obra foi pouco apreciada pelo público geral e pelos críticos seus contemporâneos tendo sido constantemente remetida para o grupo da arte naïf e primitivista – ele nunca frequentou uma escola de arte, nunca estudou, foi totalmente auto-didata.

c2f3d-foto2b182b-2bquai2bd2527orsay2bdouanier2brousseauimg_7090
Quai d’Orsay Douanier Rousseau – Foto Yeda Saigh

Restaurantes que fomos e recomendo:

Le Petit Lutetia
super agradável, típico bistrô francês que serve pratos saborosos da cozinha francesa tradicional. Atendimento adequado e ambiente bem acolhedor. Recomendo!
Endereço: 107 Rue de Sèvres, 75006 Paris, França

Tel: +33 1 45 48 33 53

1c935-foto2b192b-2brestaurante2ble2bpetit2blutetia2bimg_7266
Restaurante Le Petit Lutetia – Foto Yeda Saigh
Le Récamier
Famoso pelos souflés, do chef Gérard Idoux, continua muito bom, frequência élégante. Conhecido como o restaurante onde se come o melhor soufflé de Paris, o Le Cigale Récamier honra a fama que tem. Atendimento atencioso, mesmo no almoço, sem reserva e com a casa cheia. O ambiente é bonito e a decoração de muito bom gosto.
Endereço: 4 Rue Récamier  75007 Paris

Tel:+33 1 45 48 86 58

daa73-foto2b202b-2brestaurant2ble2bre25cc2581camier2bimg_7303
Restaurante Le Récamier – Foto Yeda Saigh
b9463-foto2b20a2b-2bsoufle25cc25812brestaurant2b2ble2bre25cc2581camier
Soufé do Restaurante Le Récamier – Foto Yeda Saigh
Le Coq
Da cadeia Costes, simpático, frequência mais descolada, no dia que almoçamos lá encontramos Jean Paul Bellmondo, decoração bem contemporânea. No verão a noite se você conseguir mesa no terraço dá para ver as luzes da Torre Eiffel piscarem e é muito bonito.
Endereço: 2 Place du Trocadéro, 75116 Paris, França

Telefone:+33 1 47 27 89 52

19894-foto2b212b-2ble2bcoq2bjean2bpaul2bbelmondo2bimg_7482
Le Coq Jean Paul Belmondo – Foto Yeda Saigh
Para terminar uma frase do grande escritor Fernando Pessoa:
“As viagens são os viajantes. O que vemos não é o que vemos senão o que somos.”
 Boa Viagem !!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s