Viagem ao Golfo Pérsico

Continuando nossa viagem pelo Golfo Pérsico, fomos de carro de Dubai para Abu Dhabi, 140 kms. Abu Dhabi fica em uma ilha ligada ao continente por cinco pontes. O que chama a atenção é a avenida da praia, linda e toda florida. Os escritórios oficiais do governo e as embaixadas ficam em Abu Dhabi, cujo presidente hoje é o famoso Sheik Khalifa Bin Zayed Al Nahyan.

Curiosidade

Uma das edições de janeiro da revista Point de Vue trás na capa a Rainha Elizabeth II (12a maior fortuna mundial) e o Sheik Khalifa ben Al-Nahyan (4a maior fortuna mundial) para ilustrar a matéria sobre o livro do escritor Pascal Dayez-Burgeon “La Fortune des Rois”.

c2844-foto125e225802593capapointduvue
Capa da Revista Point de Vue – Foto Internet

Fomos visitar a mesquita Sheik Zeilah, enorme e linda com suas 82 cúpulas. Cabem 41 mil pessoas! Foi construída entre 1996 e 2007 e dedicada ao Sheik Zayed bin Sultán al Nahyan, fundador e primeiro presidente do país, falecido em 2004 e enterrado na mesquita.

670d3-foto1a-mesquita25e225802593fachada1
Mesquita Sheik Zeilah – Foto Yeda Saigh
48ed0-foto1b-interiormesquita
Mesquita Sheik Zeilah – Foto Yeda Saigh

Vimos maior tapete persa do mundo no interior da mesquita é realmente muito bonito e muito verde (o Sheihk queria trazer um jardim para dentro da mesquita). Confeccionado por 1.200 mulheres iranianas durante dois anos. Os lustres de cristal Swarovski são maravilhosos e enormes.

b64ad-foto2-mesquita-tapetehelena
Tapete Mesquita Sheik Zeilah – Foto Yeda Saigh
Para entrar na mesquita é obrigatório cobrir a cabeça: na entrada da mesquita tem uma sala com écharpes e túnicas longas, todas pretas, que eles emprestam para as turistas poderem entrar.

Nas paredes da mesquita há vários relógios enormes mostrando o ano que eles estão (1.433 – ano islâmico) e o nosso ano (2.012 – ano cristão), e os horários diários que os fiéis devem rezar, sempre virados para Meca.

f3985-foto3-25e225802593relo25cc2581giomesquita
Relógio da Mesquita Sheik Zeilah – Foto Yeda Saigh

As paredes são decoradas com muitos desenhos de flores pintadas de várias cores, muito bonitas. Na religião muçulmana é proibido o uso de figuras de santos nas mesquitas.

ed643-foto4-predesmesquita
Paredes da Mesquita Sheik Zeilah – Foto Yeda Saigh

O banheiro das mulheres é super organizado e limpo, chega até a ser bonito. São várias fontes com torneiras em volta e banquinhos para que as mulheres possam se sentar e fazer o ritual da purificação antes de entrarem na mesquita: lavar o rosto, as mãos e os pés três vezes antes da reza, pois são as partes do corpo que podem fazer tanto o bem como o mal.

15c61-foto5-banheiromesquita25e225802593
Banheiro da Mesquita Sheik Zeilah – Foto Yeda Saigh

Visitamos o Emirates Palace Hotel, a construção de hotel mais cara do mundo, três bilhões de dólares!!! Maravilhoso!! A guia disse que estávamos hospedados no hotel para podermos entrar. Vale muito a pena tomar um café lá, é muito chique!

f2708-foto6-emiratespalacehotel
Entrada do Emirates Palace Hotel – Foto Yeda Saigh
93e1c-foto6a-emiraespalacehotel
Vista para a praia do Emirates Palace Hotel – Foto Yeda Saigh
Passamos pela Ilha Saadiyat, felicidade em árabe, um mega empreendimento imobiliário de 30 bilhões de dólares em uma ilha de 27kms quadrados!!!

Abu Dhabi tem grandes planos para a Ilha Saadiyat e como é de se esperar, todos ambiciosos e milionários. No momento a ilha é um verdadeiro canteiro de obras. Será o único local do mundo onde cinco arquitetos ganhadores do Prêmio Pritzker terão obras um ao lado do outro: Guggenheim de Frank Gehry, Louvre de Jean Nouvel, um Centro de Artes de Zaha Hadid, Museu Zayed de Norman Foster e Museu Marítimo de Tadao Ando.

cb308-foto725e225802593louvre-abu-dhabi
Museu do Louvre em Abu Dhabi – Foto Yeda Saigh
5c893-foto825e225802593guggenheimabu-dhabi
Guggenheim em Abu Dhabi – Foto Yeda Saigh
f98e2-foto925e225802593museuzayed
Museu Zayed em Abu Dhabi – Foto Yeda Saigh
A Universidade de Nova York abrirá um campus local. Tudo isso mostra o esforço para tornar Abu Dhabi a capital cultural do Oriente Médio em um polo global de arte. Investimentos bilionários em construção civil em Abu Dhabi concorrem com Dubai, e é impressionante a rapidez na alteração do perfil do skyline e da linha costeira da cidade, afinal há poucos anos, Saadiyat era apenas areia.

Fomos ao Ferrari Park que fica bem próximo ao circuito de Fórmula 1 de Yas Marina, na ilha de Yas. O parque é todo coberto, cabem até 10 mil pessoas e foi inaugurado em 2.010. São mais de 86 mil metros quadrados com 19 atrações, incluindo uma montanha russa, que simula um carro de Fórmula 1, considerada a maior e a mais rápida montanha russa do mundo, 240 kms por hora! Dá muito medo, mas é super rápida, a volta demora apenas um minuto. Mesmo para pessoas como nós, que não são nem um pouco aficionadas por parques de diversões, tivemos que reconhecer que esse é um espetáculo! Tudo muito bem organizado, limpíssimo, com ótimos quiosques de sanduíches e sorvetes espalhados por todo o parque!

0e26b-foto1025e225802593ferraripark
Ferrari Park – Foto Yeda Saigh

Curiosidade

Religião muçulmana – é uma das mais rígidas, com muitas regras tais como: não podem beber álcool, a burca para as mulheres é obrigatória, rezar cinco vezes por dia sempre virados para Meca. É comum escutar ao longo do dia uma voz vinda de algum minarete próximo, chamando os fiéis para rezar: os microfones estão espalhados em todos os lugares, desde os souks até os shoppings. Os estrangeiros não podem entrar em todas as mesquitas.

SULTANATO DE OMAN

Fomos de avião pela Oman Airways de Dubai para Muscat (uma hora de vôo), capital de Oman, país da península Arábica, ainda pouco conhecido.
A cidade é no Golfo e muito simpática. Diferentemente de Dubai, onde o turismo é mais voltado para o luxo, Oman é um local perfeito para conhecer as belezas naturais: mais de 1,7 mil quilômetros de costa, cercadas de montanhas rochosas e desertos.
Nos hospedamos no Hotel Shangri-La na praia, longe do centro da cidade, cerca de uma hora do aeroporto. O hotel está na frente de uma praia deserta muito bonita, de areia branca, água do mar turquesa. Quartos um pouco pequenos, a área da piscina é ótima para almoçar, relaxar e aproveitar para tomar um belo banho de mar. Em volta do hotel tem um curso de água onde as pessoas são levadas, em cima de bóias, pela correnteza para um passeio, uma delícia!

Não deixe de visitar a Grande Mesquita Sultan Qaboos de Oman, a maior e mais importante de Oman.

b6775-foto11-mesquitasultanqaboosdeoman
Mesquita Sultan Qaboos de Oman – Foto Yeda Saigh

Conhecemos os palácios oficiais do Sultão que ocupam um quarteirão inteiro e que acabaram de ser construídos e servem somente para receber visitas oficiais e despachar. É muito agradável andar a pé por toda a praça e pelos jardins que ficam ao lado mar. O Sultão mora em outro palácio fora da cidade.

A estrada do hotel para a cidade é deslumbrante, vai margeando o golfo de Oman, no Mar da Arábia. Do outro lado da estrada só montanhas de pedra muito altas, céu sempre azul. Fica a 50 kms do Estreito de Ormuz onde está tendo o problema com o Irã.
91d2b-foto12-yachtsabeiradaestrada
Iates na beira da estrada – Foto Yeda Saigh
79847-foto13-forteportugue25cc2582smuscat-20120111-01406
Forte Português – Muscat – Foto Yeda Saigh
8f2e7-foto14-pala25cc2581ciosmuscat
Palácios do Sultão em Muscat – Foto Yeda Saigh
799f1-foto14a-pala25cc2581ciomuscat1
Jardins dos Palácios do sultão em Muscat – Foto Yeda Saigh
A rainha da Holanda estava hospedada em um desses palácios, por isso todas as avenidas e ruas estavam decoradas com bandeiras da Holanda e de Oman intercaladas, deixando a paisagem muito alegre e colorida.

Segundo nossa guia, Muscat é a segunda cidade mais limpa do mundo (a primeira é Singapura).

Ir passear pela corniche e pelos souks é bastante agradável, compras ótimas. O iate do sultão é enorme e fica parado no porto da cidade.

430d2-foto15-yachtsulta25cc2583odeoman
Iate do Sultão – Foto Yeda Saigh

Visitamos o Museu de Muscat – bem interessante, com objetos locais da história deles. Na entrada do museu tem uma cidade em miniatura também bem interessante.

Saímos para o aeroporto para ir a Doha, capital do Qatar pela Qatar Airways. Uma hora e meia de vôo e uma hora a menos de fuso. Em Doha o mini bus leva 20 minutos do aeroporto até o hotel Ritz Carlton. O hotel tem vários restaurantes, todos ótimos. Jantar no italiano Porcini é uma ótima opção para quem gosta de massa.
O buffet de café da manhã é o maior que já vi. Com tudo o que você imaginar. O spa do hotel é ótimo, completo, com piscina, uma super sala de musculação, sauna, massagem.

Jantamos no restaurante francês do hotel, o La Mer, no 23o andar, uma vista da cidade deslumbrante.

3ade5-foto1625e225802593restaurantelamer25e225802593ritzcarltondoha
Restaurante La Mer – Hotel Ritz Carlton – Foto Yeda Saigh

No hotel estavam hospedados 10 times de futebol juniores, inclusive o Vasco da Gama do Rio de Janeiro.

26923-foto16a25e225802593piscinadoritzcarltondoha
Piscina do Hotel Ritz Carlton – Foto Yeda Saigh

A população de Doha é de cerca de 800.000 habitantes, chegando a quase  1.700.000 em todo o Qatar, mas apenas 1/5 dela é de nativos, o restante são imigrantes, em sua maioria indianos. A cidade é linda, com prédios enormes; lembra Dubai, pois tudo é bem grande, com muitas construções.

9a9b0-foto16b-skylinedoha
Skyline Doha – Foto Yeda Saigh

Saímos para um tour pela ilha artificial The Pearl, com prédios suntuosos para estrangeiros e filiais das melhores lojas que existem no mundo – a loja mais bonita do Hermès da vida. Uma área imensa, 400 hectares a beira-mar, com iates enormes, formando uma baía em meia-lua. Muito lindo mesmo, é o primeiro empreendimento urbano de Doha.

99b83-foto17d25e225802593thepearl25e225802593vistapanora25cc2582mica
Vista panorâmica – The Pearl – Foto Yeda Saigh

 

0aa5c-foto17b-thepearlinterior
Interior do Shopping – The Pearl – Foto Yeda Saigh
205de-foto17c-thepearl
The Pearl – Foto Yeda Saigh

Andamos pela corniche, avenida a beira da praia para o souk Waqif o que vale muito a pena, principalmente pelas maravilhosas pashminas com preço muito bom.

Visitar a loja do falcão é incrível: parece uma loja do Hermès tamanho é o bom gosto! Um pet shop para falcões e águias, com todos os apetrechos tipo luvas, focinheiras, coleiras e bolsas lindas.

cbbf3-foto18-lojafalca25cc2583o
Loja Falcão – Foto Yeda Saigh

Visitamos o Museu de Arte Islâmica, uma construção lindíssima a beira mar, dedicado às artes islâmicas. O acervo contém obras de três continentes, do século VII ao XIX, com uma iluminação perfeita e mais de 800 peças em 35 mil metros quadrados.

Projetado pelo mesmo arquiteto que fez a pirâmide do Louvre, o chinês I. M. Pei também responsável pelo projeto da National Gallery of Art de Washington, da biblioteca Memorial Kennedy em Boston, do arranha-céu do Bank of China em Hong Kong e do Museu de História de Berlim. A construção, que tem forma cúbica, mistura elementos islâmicos e ocidentais, e é inspirada na fonte utilizada para banhos antes das rezas, que se encontra na Mesquita de Ibn Tulum, do século IX, no Cairo.

A lanchonete fica na entrada onde tem um pé direito enorme com a parede toda envidraçada, dando a sensação que você está em alto mar. Não se esqueça de pedir uma pâtisserie que é muito especial!

A meta de sua Alteza o Emir do Qatar Sheik Hamad bin Khalfa Al Thani é transformar o Qatar em uma grande capital cultural.

4be7f-foto19-museudearteisla25cc2582mica25e225802593doha
Fachada do Museu de Arte Islâmica – Foto Yeda Saigh
82e89-foto19a-interiordomuseuarteislacc82mica
Interior do Museu de Arte Islâmica – Foto Yeda Saigh

Visite Katara Cultural Village, perto da lagoa de West Bay. Uma vila de 99 hectares construída para refletir a tradição de Qatar através da arquitetura tradicional e que abriga as mais diversas atividades culturais. É uma ilha artificial, sonho realizado do Sheik Hamad bin Khalfa Al Thani, projeto de 82 milhões de dólares, que inclui: anfiteatro aberto para cinco mil pessoas, teatro, filarmônica (segundo nos falaram o regente Zubin Metha já está contratado para a próxima temporada), livrarias, galerias de arte, mercados, artesanato, lojas e restaurantes. Os visitantes podem passear por todo o centro em um carrinho elétrico, é muito confortável. Esses espaços bastante novos, ainda estão vazios, quase sem uso.

 

a0f7a-foto20-kataraculturalvillage25e225802593anfiteatro
Anfiteatro – Katara Cultural Village – Foto Yeda Saigh
474ff-foto20a-kataraculturalvillagee28093pacc81tiointerno
Pátio Interno – Katara Cultural Village – Foto Yeda Saigh
085d9-foto20be28093kataraculturalvillage
Katara Cultural Village – Foto Yeda Saigh
c70bc-foto20c-barcokataravillage
Passeio de barco – Foto Yeda Saigh

Para completar o passeio alugamos um daqueles lindos barcos de madeira ancorados na beira do mar e fomos dar uma volta de meia-hora pela baía! O chão do barco é forrado de tapetes persas com futtons e almofadas por cima.

A volta para São Paulo leva 14 horas e meia de vôo. Bem cansativo: dá para ver vários filmes (o menu de filmes da Emirates oferece 1.500 opções: desde Doris Day até o último do Brad Pitt), dormir, acordar para o almoço, o lanche, o jantar e não chega nunca!

Para terminar um trecho de Os Rubaiyat do famoso poeta persa Omar Ibn Khayyam (1.040/1.120):

“Ouve o que a sabedoria diz todos os dias:
A vida é breve
Não te esqueças, não és como certas plantas
que rebrotam depois de cortadas”.

Boa viagem!

6 comentários em “Viagem ao Golfo Pérsico

  1. Yeda, querida
    Otima essa reportagem sobre o Golfo Persico.
    Fotos belissimas.
    Nao conheco essas “bandas” e fiquei encantada.
    Parabens.
    1 beijo
    Ana Maria P. Goncalves

    Curtir

  2. Querida Yeda,
    Que maravilha de blog, já fiquei com vontade de ir ao Líbano urgente.
    Parabéns pela idéia, pelo conteúdo e pelas fotos belíssimas.
    Agora, com mais tempo vou rever tudo, e procurar pelos outros.
    Muito obrigada e um grande beijo
    Ana Maria

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s