Washington

Conhecer Washington é um prazer para quem gosta de viajar. É uma cidade tranqüila, plana e, especialmente, para quem vem de Nova York ou de São Paulo é puro deleite! Tudo funciona de maneira harmoniosa e dá a impressão que não existe stress. É a terceira vez que fui e sempre tem novidades para conhecer.

foto-1-washington
Washington – Foto Yeda Saigh
foto-2-caminho-para-washimngto-baltimore-img_0149
Caminho para Washington – Baltimore – Foto Yeda Saig

 Cemitério Nacional de Arlington

É o mais conhecido e tradicional cemitério militar dos Estados Unidos, lá estão enterradas mais de 400 mil pessoas, veteranos de cada uma das guerras travadas pelo país, desde a revolução americana até a atual Guerra do Iraque. Alguns personagens históricos estão enterrados em Arlington, dentre os mais famosos estão os astronautas da nave Challenger, o Presidente John Kennedy e sua mulher Jacqueline Kennedy, o Senador Robert Kennedy ao lado do qual uma pira eterna arde e é visitada por milhares de turistas anualmente.

foto-3-cemiterio-de-arlington
Cemitério de Arlington – Foto Yeda Saigh

O local mais popular entre os visitantes de Arlington é o Túmulo ao Soldado Desconhecido, onde os restos de três soldados não identificados da I Guerra Mundial, Guerra da Coréia e Segunda Guerra Mundial, são guardados perpetuamente por uma Guarda de Honra do exército, cuja cerimônia de troca de sentinelas é um evento bastante procurado pelos visitantes.

 Smithsonian Institution

É uma instituição educacional e de pesquisa associada a um complexo de museus, fundada e administrada pelo governo dos Estados Unidos. Com grande parte de seus prédios localizados em Washington, D.C., o instituto compreende 19 museus, sete centros de pesquisa, e tem 142 milhões de itens em suas coleções.

Foi fundado pelo cientista britânico James Smithson (1765-1829). No testamento de Smithson, ele declarou que se o herdeiro, seu sobrinho Henry James Hungerford, morresse sem deixar descendentes, o patrimônio dos Smithson deveria ser doado ao governo dos Estados Unidos para a criação de um estabelecimento para a expansão e difusão de conhecimento entre os homens. Após Henry James morrer em 1835 sem deixar herdeiros, o presidente Andrew Jackson informou o Congresso do patrimônio de Smithson, que consistia de 100.000 moedas de ouro e 500.000 dólares.

foto-4-smithsonian-institute
Smithsonian Institute – Foto Yeda Saigh

Visitamos dessa vez cinco museus que fazem parte do Smithsonian Institution:

Museu Central que é bem interessante, tem um pequeno museu com toda a história do Smithsonian, loja, cafeteria e um lindo jardim.

foto-5-museu-central
Museu Central Smithsonian Institute – Foto Yeda Saigh

National Air & Space Museum

É o mais popular dos museus do complexo Smithsonian inaugurado em 1976 (40 anos!). Ele mantém a maior coleção de aeronaves e naves espaciais de todo o mundo. Mergulhe na inovação e na aviação, dos Irmãos Wright à nave espacial do futuro!

É também um centro vital de pesquisa sobre a história, ciência, tecnologia da aviação e da Terra. O National Air & Space Museum é considerado uma das mais importantes obras de arquitetura moderna de Washington. Devido a proximidade do museu ao Capitólio dos Estados Unidos, a Smithsonian Institution queria que fosse um edifício arquitetonicamente impressionante, mas que não se destacasse contra o Capitólio. Não deixe de assistir ao filme Dark Universe que examina a matéria escura invisível fundamental às galáxias que, juntamente com a energia escura, são responsáveis por 95% da energia e massa total do universo. O filme foi desenvolvido pelo Museu Americano de História Natural em Nova York e vale muito a pena tirar alguns momentos para assistir ao filme.

foto-6-space-air-museum-2
Space & Air Museum – Foto Yeda Saigh

Museu Hirshhorn

É um museu de arte situado ao lado do National Mall. Inaugurado na década de 1960, Joseph H. Hirshhorn foi quem doou sua coleção de arte para esse Museu dedicado a arte Moderna e Contemporânea. Foi projetado pelo arquiteto Gordon Bunshaft. Vimos a exposição de Bettina Pousttchi World Time Clock, muito interessante! uma de Linn Meyers, Our View From Here e obras do acervo do museu.

foto-7-hirshhorn-museum
Hirshhorn Museum – Foto Yeda Saigh
foto-8-esculturas-hirshhorn
Esculturas do Jardim no Hirshhorn Museum – Foto Yeda Saigh

Museu Nacional do índio Americano

Fundado em 1989 por um ato do Congresso, o museu se dedica à vida, línguas, história e arte dos povos indígenas da América e abriga uma das maiores e mais diversas coleções do mundo sobre este tema. A arquitetura curvilínea do museu, seu paisagismo indígena e suas exposições, todos projetados em colaboração com tribos e comunidades de todo o hemisfério, se combinam para dar aos visitantes de todo o mundo o sentido do espírito da América nativa.

foto-9-national-museum-of-the-american-indian
National Museum of the American Indian – Foto Yeda Saigh

Museu Nacional de História e Cultura Afro-Americana

O edifício do museu, projetado por David Adjaye tem cerca de 37.000 objetos em sua coleção relacionados a assuntos como comunidade, família, artes visuais, religião, direitos civis, escravidão e segregação. Fundado por Warren M. Robbins, um ex-oficial de Serviço Externo dos EUA, era conhecido como o Museu de Arte Africano e localizado no Capitol Hill em uma casa que tinha sido a casa de Frederick Douglass, o afro-americano abolicionista e estadista. Em agosto de 1979, por meio da promulgação de uma Lei Pública, o museu passou a fazer parte da Smithsonian Institution.

foto-10-national-museum-of-african-american-history-and-culture
National Museum os African American History and Culture – Foto Yeda Saigh
foto-11-national-museum-of-african-american-history-and-culture2
National Museum of African American History and Culture – Foto Yeda Saigh

War Memorials: vale prestigiar e prestar uma homenagem aos homens e mulheres que morreram na linha de serviço nos monumentos únicos dos veteranos da Guerra do Vietnã e da Coréia do Sul.

Monumento dos Veteranos do Vietnan é dedicado aos veteranos da guerra, construído em 1982, e é constituído por três partes distintas:

Three Soldiers statue – escultura criada por Frederick Hart, representando três soldados: um branco, um negro e um hispânico.

foto-12-three-soldiers-statue
Three Soldiers Statue – Foto Yeda Saigh

Vietnan Women’s Memorial – monumento às mulheres falecidas na guerra.

Vietnan Veterans Memorial Wall – muro-memorial aos veteranos da guerra. O Muro do Memorial estende-se por 75 mts. de comprimento de mármore negro, no qual estão escritos os nomes de todos os soldados americanos mortos na guerra. Localiza-se no Constitution Gardens e foi projetado pela arquiteta Maya Lin.

foto-13-monumento-dos-veteranos-do-vietnapg
Monumentos dos Veteranos do Vietnan – Foto Yeda Saigh

Memorial dos Veteranos de Guerra da Coréia do Sul

É uma poderosa e comovente homenagem aos milhares de soldados americanos que morreram naquela guerra. Durante o conflito, que durou de 1950 a 1953, as tropas dos Estados Unidos e aliadas ajudaram as forças sul-coreanas a resistirem à invasão pela Coréia do Norte. São 19 estátuas de aço inoxidável de soldados em formação de combate emergindo de um conjunto de árvores. Ele inclui uma amostra da diversidade étnica dos Estados Unidos e representa todos os membros das forças armadas do país. O Muro das Nações Unidas lista os 22 países que participaram da guerra.

foto-14-monumento-dos-veteranos-da-coreia-do-sul
Monumentos dos Veteranos da Coreia do Sul – Foto Yeda Saigh

Monumento à Washington

É um grande obelisco branco em homenagem ao primeiro presidente dos Estados Unidos e líder da revolução de independência. Inaugurado em 1888 e é considerado uma das esculturas mais altas do mundo.

foto-15-obelisco-2
Monumento à Washington – Foto Yeda Saigh

National Mall

É uma enorme extensão de espaço verde no meio da capital e abriga os marcos famosos homenageando legados presidenciais.

Memorial do Lincoln

É um monumento em homenagem ao 16º presidente americano Abraham Lincoln. Inaugurado em 1922 obra do arquiteto Henry Bacon e do escultor Daniel Chester French. Os murais internos são de autoria do pintor Jules Guerin. Está aberto para visitação pública 24 horas por dia, e recebe cerca de 6 milhões de visitantes por ano.

foto-16-memorial-do-lincoln
Memorial do Lincoln – Foto Yeda Saigh

Casa Branca

É a residência oficial e principal local de trabalho do Presidente dos Estados Unidos, sendo, ao mesmo tempo a sede oficial do poder executivo. Localiza-se na Avenida Pensilvânia, nº 1600 e foi construída entre 1792 e 1800. Tem sido a residência executiva de todos os presidentes americanos desde o mandato de John Adams.

Em 1814, durante a guerra, o exército britânico incendiou toda a cidade de Washington D.C., destruindo a parte interna e chamuscando muitas das paredes exteriores.

foto-17-casa-branca
Casa Branca – Foto Yeda Saigh

No dia seguinte excursão da excursão do Gray Line, pegamos a Tour do Bus B. São 40 paradas em lugares turísticos: museus, monumentos, parques entre outros: você pode subir e descer em qualquer uma delas e a cada 15 minutos passa outro ônibus. Esse tour é excelente e complementou o programa anterior.

Capitólio

É o prédio que serve como centro legislativo do governo dos Estados Unidos, fica no bairro Capitol Hill e é um dos extremos do National Mall. O edifício é destacado por sua cúpula central e por suas duas alas, cada qual para uma das câmaras do Congresso: na ala norte situa-se o Senado, enquanto na ala sul situa-se a Câmara dos Deputados. Acima destas câmaras encontram-se galerias a partir das quais os visitantes podem assistir as sessões. A estátua sobre a cúpula é a Estátua da Liberdade.

foto-18-capitolio-2
Capitólio – Foto Yeda Saigh

Kennedy Center

É um centro de artes localizado na margem do rio Potomac. O centro foi inaugurado em Setembro de 1971 e abriga espetáculos de dançamúsica, teatro, ópera e outros tipos artísticos. O Complexo foi projetado pelo arquiteto Edward Durrell Stone e é administrado pela Smithsonian Institution.

Tivemos a chance de assistir o ballet Quebra Nozes apresentado pela companhia da Cidade de Washington cuja fama é internacional.

foto-19-kennedy-center
Kennedy Center – Foto Yeda Saigh

Para finalizar um pensamento do presidente John Kennedy:

“Não conheço nenhuma fórmula infalível para obter o sucesso, mas conheço uma forma infalível de fracassar: tentar agradar a todos”

Um ótimo 2017 para todos meus leitores!

Yeda

2 comentários em “Washington

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s