EGITO – CAIRO

Parte 1

O melhor período para visitar o Egito é de outubro a maio, quando as temperaturas não são muito agressivas. Nos outros quatro meses – junho, julho, agosto e setembro –, é verão no Egito e as temperaturas muitas vezes podem chegar perto dos 50 graus, principalmente em Luxor, Assuan e em outras partes do sul do país. Apesar do calor, é nessa época que dá para ver o país sem aqueles milhões de turistas.

Foto 1 - Pirâmides. Egito 9Pirâmides – Foto Yeda Saigh

Chegamos ao Cairo via Atenas e fomos direto para o hotel Sheraton Cairo Hotel, Towers and Casino. Situado na margem ocidental do rio Nilo em torres adjacentes únicas, o hotel ergue-se orgulhosamente alto como um dos maiores marcos do Cairo.

Foto 2 - Cairo-Egito 53Cairo – Foto Yeda Saigh

No dia seguinte fomos visitar as pirâmides e a Esfinge. As pirâmides do Egito são túmulos construídos em pedra para abrigar os corpos dos reis do Egito Antigo, os faraós. As mais famosas e as que se visitam ficam na península de Gizé e são três: 

Pirâmide de Quéops

O túmulo de Quéops é a maior pirâmide do mundo. Cada um dos lados tem 230 metros e sua altura é de 174 metros. É a única das sete maravilhas do mundo antigo que ainda permanece. A entrada fica numa parte alta, é preciso subir alguns daqueles blocos milenares para chegar na porta. A construção da pirâmide é atribuída ao faraó Queops (2589–2566 a.C.), da quarta Dinastia. Quéops é pai de Quéfren e avô de Miquerinos, os faraós sucessores que se acredita terem feito as outras pirâmides de Gizé. A pirâmide de Quéops é constituída por 2.300 milhões de blocos de pedra que pesam cera de 2,5 toneladas cada. O trabalho de construção teria durado 20 anos e contou com a força de 100 mil homens!!

Foto 3 - Pirâmide Queops.Egito 5Pirâmide Quéops – Foto Yeda Saigh

A visita ao interior segue por uma subida, passando pela Grande Galeria, com o teto com pedras escalonadas, onde existe uma escada feita de madeira para facilitar a vida dos turistas. No final do corredor se chega na Câmara do Rei, em que fica o suposto sarcófago de Queóps. É um pouco claustrofóbico, eu fui até a Câmara do Rei, mas não aconselho para quem sofre de claustrofobia. Além de você sentir uma energia diferente tem um cheiro muito forte e não muito agradável.

Foto 4 - Câmara do Rei. Egito 8Câmara do Rei – Foto Yeda Saigh

Pirâmide de Quefren

A segunda maior pirâmide na península de Gizé foi construída para abrigar o corpo de Quéfren, filho de Quéops, com 143 metros de altura. Assim como a outra, era recoberta com pedras de calcário polido e brilhava à luz do sol, mas vários terremotos ao longo dos séculos fizeram essa camada ruir e seus blocos foram usados para construir o Cairo.

Foto 5 - Pirâmide Quefren.Egito 6Pirâmide Quefren – Foto Yeda Saigh 

Pirâmide de Miquerinos

Miquerinos, neto do faraó Quéfren. Não se sabe muito sobre o seu reinado. É a menor de todas as pirâmides e foi construída para o corpo de dele, que reinou entre 2532 e 2503 a.C. Tem 65 metros de altura e uma base de 105 metros. Não está aberta para visitação.

 Foto 6 - Pirâmide Miquerinos.Egito 2Pirâmide Miquerinos – Foto Yeda Saigh

Esfinge de Gizé

A Esfinge de Gizé é a maior estátua do mundo antigo, mede 200 metros de comprimento e 74 de altura. É uma obra de arte única feita com o rosto voltado para a direção do oriente, onde nasce o sol. A estátua foi talhada numa grande rocha existente no platô, muitos consideram que foi feita no reinado do faraó Quéfren (filho de Queóps) e represente o seu rosto em um corpo de leão, sendo o guardião da necrópole de Gizé.

Foto 7 - Esfinge.Egito 13Esfinge de Gizé – Foto Yeda Saigh

Até novembro de 2008, existiam fontes citando entre 118 e 138 pirâmides egípcias identificadas. As primeiras pirâmides egípcias conhecidas são encontradas em Saqqara. Os estudiosos egípcios escolheram a forma de pirâmide para representar o raio do Sol – Rá, que era o deus mais poderoso da religião egípcia. A forma de pirâmide, na avaliação dos cientistas do Egito, permitiria a ascensão do faraó ao céu.

Foto 8 - Esfinge.Egito 12Esfinge de Gizé – Foto Yeda Saigh

Todas as pirâmides egípcias foram construídas na margem ocidental do rio Nilo, local onde ocorre o pôr-do-sol, o que era associado ao reino dos mortos na mitologia egípcia. As dimensões representam a importância e o poder do faraó na sociedade. Os egípcios acreditavam que os faraós viveriam para sempre e, por isso, seus corpos eram preservados em um processo denominado mumificação. As pirâmides foram projetadas de forma a preservar os corpos dos faraós e seus pertences. Três pequenas pirâmides foram construídas em alinhamento ao túmulo de Quéops e serviram para abrigar os corpos das rainhas.

Foto 9 - Três piråmides pequenas das rainhasTrês Pirâmides pequenas das rainhas – Foto Internet

A construção das pirâmides está entre os maiores mistérios da engenharia, mesmo atualmente. Ao fim de 2014, cientistas norte-americanos apresentaram a última das teorias aceitas e que implicaria o uso de água para mover os blocos de pedra que seriam usados nas obras. A teoria surgiu a partir da observação de imagens de uma pessoa jogando água à frente do que seria um trenó onde estava assentada uma pedra puxada por pelo menos 150 trabalhadores. Estudiosos entendiam que a imagem retratava um ritual religioso, mas os cientistas dos EUA reproduziram o ato e perceberam que a areia tinha o atrito reduzido quando a água era jogada e o trenó deslizava com mais facilidade.

Foto 10 - Pirâmides.Egito 10Pirâmides  – Foto Yeda Saight

A expressão “obra faraônica” advém das construções no Egito Antigo e estão relacionadas à grandeza das edificações. Isso ocorre porque o conjunto arquitetônico na Península de Gizé ainda é um dos mais significativos do mundo. A pirâmide de Quéops, por exemplo, foi o prédio mais alto do Planeta até o século 14, quando foi construída a Catedral de Lincoln, na Inglaterra.

Son e Lumière nas Pirâmides.

Son e lumière ou um show de som e luz é uma forma de entretenimento noturno que geralmente é apresentado em um local ao ar livre de importância histórica. Efeitos de iluminação especiais são projetados na fachada de um edifício ou ruína e sincronizados com narração gravada ou ao vivo e música para dramatizar a história do lugar.

O show é muito bonito, é um espetáculo que deve ser visto, com a voz de Omar Sharif, entre outros, recriando a rica história das pirâmides e do antigo Egito, com a esfinge e as pirâmides sendo iluminadas em vários momentos durante o show.
https://www.youtube.com/watch

Hotéis

Sheraton, onde ficamos, mais central, a localização do hotel é perfeita, perto de tudo, dá para sair a pé e ir fazer compras ou jantar fora. O hotel é maravilhoso com um buffet perfeito e atendimento de primeira. Os quartos são muito bons, o ambiente é elegante e sofisticado.

Endereço: Galae Square, Cairo, Egito

Telefone: +20 2 33369800

http://www.sheratoncairo.com

Foto 11 - Hotel Sheraton1Hotel Sheraton  – Foto Internet

Mena House, com vista para as pirâmides. É um dos hotéis mais exclusivos do Cairo, com sua própria história rica e colorida. Rodeado por 40 hectares de verdejantes jardins, este hotel palaciano está localizado nas sombras das Grandes Pirâmides de Gizé no Cairo. O hotel tem sido palco de reis e imperadores, chefes de Estado e celebridades. Está localizado a 700 metros destas maravilhas do mundo antigo e oferece vistas inigualáveis das pirâmides.

Endereço: Kafr Nassar, Al Haram, Guizé, Egito

Telefone: +20 2 33773222

http://www.menahousehotel.com

Foto 12- Hotel Mena HouseHotel Mena House – Foto Internet

Museu Egípcio,

É o mais importante museu do Egito. A coleção é composta por um imenso leque de mais de 120.000 antiguidades egípcias, reencontradas nas inúmeras escavações que se fizeram e fazem no Egito até hoje. O museu abriu as portas no ano de 1858, tendo no seu acervo uma coleção doada por Auguste Marriette, um arqueólogo francês. Antes da sua inauguração o governo do Egito tinha criado em 1835 o “Serviço de Antiguidades do Egito” com a intenção de tentar evitar a pilhagem de antiguidades de estações arqueológicas. Em 1900 o museu foi mudado para um palácio na Praça Tahrir, onde permanece até hoje. Quando visitamos, fiquei muito impressionada com a má conservação e a falta de uma curadoria para a disposição das maravilhas do acervo do museu de uma forma mais harmoniosa.

Foto 13 - Museu do CairoMuseu do Cairo – Foto Internet

 Em 1902 foi aberta a biblioteca do museu, que é considerada uma das melhores do mundo ao nível dos estudos sobre a civilização do antigo Egito. O térreo do edifício possui quarenta e duas salas e o andar superior quarenta e sete. O museu é especialmente conhecido pelo tesouro do faraó Tutancâmon.

foto 14 - Tuthankhamun_egyptian_museumMáscara do faraó Tutancâmon – Museu do Cairo – Foto Internet

Saqqarah,

Sítio arqueológico do Egito, que funcionou como necrópole da antiga cidade de Memphis, uma das várias capitais que o Antigo Egito conheceu ao longo da sua história. Situa-se a cerca de trinta kms. ao sul da moderna cidade do Cairo. No local encontram-se estruturas funerárias de um período que se estende desde 3 000 a.C. até 950 d.C. Atualmente foi descoberto um túmulo da rainha Checheti, encontrado perto de uma pirâmide descoberta a pouco tempo.

Foto 15 - Saqqarah.Egito 52Pirâmide em Saqqarah – Foto Yeda Saigh

Memphis

A cidade teria sido fundada pelo faraó Menes, por volta de 3 000 a.C.. Capital do Egito durante o Império Antigo, continuou a ser uma cidade importante ao longo da história do Mediterrâneo. Ocupava uma posição estratégica na embocadura no delta do Nilo. Durante sua era de ouro, Memphis floresceu como centro regional religioso e comercial.

Foto 16 - MenphisPirâmide em Saqqarah – Foto Internet

 Mesquita de Alabastro,

A cidadela de Saladino – e na verdade, o horizonte de Cairo – é dominada pela Mesquita de Alabastro, ou Mesquita de Mohammed Ali. Modelada em linhas clássicas turcas, levaram 18 anos para concluí-la (1830-1848), com as cúpulas reconstruídas mais tarde. Foi encomendada por Mohammed Ali, governador do Egito em 1805-1849, o qual reside no túmulo de mármore à direita da entrada.

Foto 17 - Mesquita de AlabastroMesquita de Alabastro – Foto Internet

Cairo Velho,

O Cairo Velho é o lar da comunidade Copta cristã. A Igreja Ortodoxa Copta atribui sua fundação a São Marcos, o Apóstolo, em 42 dC, ou seja, pode muito bem ser a denominação cristã mais antiga de todas. Enquanto a maioria dos egípcios converteu-se ao Islã no século XII, esta comunidade tem sobrevivido a séculos de perseguição, não somente da hostilidade de monarcas muçulmanos, como os Fatímidas, mas também das Cruzadas que consideravam os Coptas hereges. Hoje, o Egito abriga 12 milhões de coptas, mas os becos estreitos do Cairo Velho ainda parecem uma ilha à parte do resto da metrópole.

Visitantes são sempre benvindos e encorajados a visitar as igrejas coptas, até durante os serviços, realizados tanto na língua copta quanto em árabe. Note que os coptas usam o calendário Juliano, ou seja, o Natal cai em 7 de janeiro e a Páscoa vai sempre cair numa data diferente da brasileira/européia.

 Foto 18 - Cairo-Egito 54Cairo – Foto Yeda Saigh

Bazar

ou mercado Khan el Khalili tem mais de 1.000 anos. Um absurdo de ruelas, com centenas de lojinhas cheias de produtos e souvenirs de todo gênero. Um gigantesco bazar onde você encontra de tudo. Em sua maioria, os produtos são cópia de algum original, vendidos a preços populares. Mas há verdadeiras jóias no Khan el Khalili.

Foto 19 - Bazar - Khan El Khalili

Bazar – Foto Internet

Para terminar um pensamento do um famoso escritor egípcio Naguib Mahfouz:

“Você consegue saber se um homem é inteligente pelas suas respostas. Você consegue saber se um homem é sábio pelas suas perguntas.”

 

Boa Viagem!

Um comentário em “EGITO – CAIRO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s