Continuando a viajar por Portugal, hoje vamos dar uma volta por lugares bonitos e históricos fora de Lisboa.

Um lindo passeio a se fazer e que recomendo bastante é ir de Lisboa a Cascais de carro. São só 32 km, pode-se ir pela auto estrada (A5) e voltar pela estrada marginal (N6), que passa ao lado do mar e oferece uma paisagem muito bonita.

Outra opção é ir de trem. Pega-se o “comboio” na Estação Cais Sodré; é super tranquilo e em meia hora chega-se em Cascais.
Cascais é um pequeno porto de pesca de outros tempos e sofreu grandes mudanças nos últimos 100 anos, não só para se tornar um dos principais destinos turísticos de Portugal, como também para ganhar uma atmosfera internacional sem perder o seu charme. Vale a pena passear pelos caminhos que rodeiam a baia, que é muito bonito.
Passear sem destino no centro da cidade é igualmente agradável: tem muitos restaurantes bons, cafés e lojas para ver. Há muitos restaurantes com especialidade em peixes. Cascais, antiga vila de pescadores guarda uma forte ligação com o mar e as suas numerosas delícias. Os sorvetes Santini são famosos e deliciosos!Restaurante Porto Santa Maria

É ótimo, muito chique, bem cheio, para almoço familiar no domingo.Restaurante João Padeiro

Está em novo endereço, mas não tem o mesmo brilho de antes. 

Hotel Albatroz

É muito bonito, tem um restaurante ótimo com uma super vista sobre a praia. Comida boa, especialidade em peixes.

 

Farol Design Hotel

Arquitetura moderna, chiquérrimo! Recomendo visitar, nem que for só para ver a decoração, especialmente o lounge sobre o mar.
5fb12-foto1e28093faroldesignhotel-cascais
Farol Design Hotel – Foto Internet
Na praia do guincho está o Cabo da Roca, o cabo mais ocidental entre a Europa e a America. Pode-se visitar também a Praia do Guia e a do Farol e ver as casas maravilhosas em meio aos bosques.

Hotel Fortaleza do Guincho

É um hotel em cima da praia, entre duas pontas rochosas, repletos de dunas e vegetação. Restaurante super bom.

dbe92-foto2e28093hotelerestaurantedoguincho
Hotel e Restaurante do Guincho – Foto Internet

Museu Castro Guimarães

O Museu Condes de Castro Guimarães encontra-se instalado no edifício conhecido por “Torre de S. Sebastião”, mandado construir por Jorge O’Neal em 1900. O edifício apresenta uma arquitetura revivalista, recuperando e conjugando estilos do passado, transportando o nosso imaginário para um universo fantástico, marcado pelo gosto romântico.
Em 1910, a casa foi adquirida pelo Conde Manuel de Castro Guimarães. Após a sua morte, em 1927, deixou em testamento de 1924, a doação de toda a sua propriedade, jardim, casa e respectivo recheio ao Município de Cascais para que fosse constituído Museu-Biblioteca Municipal. O Museu abriu ao público em 12 de Julho de 1931.
O acervo é constituído por importantes coleções de pintura, mobiliário, porcelana, ourivesaria e ainda pequenos núcleos de escultura, azulejos, têxteis, leques, vidros e “objetos de vitrine” nacionais e estrangeiros. Merece particular destaque a Crônica de El-Rei D. Afonso Henriques (1505) da autoria de Duarte Galvão, cuja iluminura do prólogo contém a mais antiga representação da cidade de Lisboa.

bfcce-foto3e28093museucastroguimarc3a3es
Museu Castro Guimarães – Foto Internet

Museu Paula Rego

Museu Paula Rego – uma artista de 67 anos, uma das grandes pintoras contemporâneas portuguesas. É um espaço cosmopolita e descontraído, rodeado por um frondoso jardim, um auditório com cerca de duzentos lugares e uma loja-livraria com objetos inspirados na obra de Paula Rego. Bastante recente foi inaugurado há menos de 1 ano: 18 setembro de 2009.Ao longo do caminho entre Lisboa e Cascais tem 14 fortes, sendo que os mais importantes são:

Forte São Julião da Barra

Considerado como a maior construção de defesa marítima existente em Portugal, o Forte de S. Julião da Barra começou a ser construído no século XVI, no reinado de D. João III. O Forte foi ampliado ao longo dos séculos, já que a sua posição estratégica era considerada de grande importância para a defesa da entrada no Tejo.Farol do Bugio

O Farol, do século XVIII, localizado no Forte de São Lourenço do Bugio, na foz do Tejo, junto ao Oceano Atlântico, marca o encontro da água salgada e da água doce. O Forte era um posto de observação e defesa a fim de evitar pirataria e invasões espanholas e francesas.Curiosidades

Em Pedrosas, praia ao lado de Cascais, a Família Real costumava tomar banhos de mar. Chamavam “Casas de Banho”. O Porto de Lisboa é no próprio rio Tejo e é o porto natural mais comprido e largo da Europa.
Hoje de todas as colônias portuguesas só restaram Açores e Madeira.
Conta-se que a atriz Beatriz Costa, disse uma vez essa pérola: Deus fez o homem e o português a bengala.Estoril

Muitas pessoas famosas foram morar em Estoril durante a 2ª Guerra Mundial.
Portugal ficou fora dessa guerra e tornou-se um lugar seguro para morar. O pai do atual rei espanhol, D Juan, e o último rei italiano, Vitório Emanuelle de Savóia, são alguns entre outros que se refugiaram em Cascais.
O Cassino de Estoril é famoso: um bom programa é ir jantar lá e assistir o show que estiver passando. O dono do Cassino é Stanley Ho, um chinês de Macau de 89 anos: ele comprou o Cassino nos anos 60 e também é dono do cassino Villa Moura no Algarve. Alem dos cassinos é dono de um império.Oeiras

Oeiras (no caminho entre Lisboa e Cascais) é o vale do silício de Portugal. É o maior PIB do país e considerado o melhor lugar para se viver em Portugal hoje em dia.
A maioria das pessoas que ali vive são cultas, muito bem preparadas, e quase todas com MBA.Fundação Elipse

(entre Cascais e Lisboa) João Rendeiro é o presidente do Banco Privado Português (BPP) e também da Fundação Elipse. A Fundação Elipse tem uma coleção de arte contemporânea situada num antigo armazém (perto de 20 mil metros quadrados), inaugurado em Maio de 2006 para esta nova função, com salas de exposição, local de acervo e serviços. A Fundação Elipse, fruto de uma colaboração entre João Oliveira Rendeiro e o Banco Privado Português, acolhe uma colecção dividida em três parcelas: artistas inovadores que trabalham desde os anos 1970, artistas cuja carreira se encontra já estabilizada e artistas emergentes do século XXI. Oliveira Rendeiro começou a coleccionar arte desde os anos 1980, a maioria artistas portugueses.Sintra

Sintra é uma vila ao pé do Castelo dos Mouros. A cidade foi nomeada pela UNESCO em 1995 como Patrimônio Mundial da humanidade devido à grande quantidade de monumentos de interesse artístico e histórico. Sintra manteve-se até aos dias de hoje a nobre cidade rodeada por muitas herdades (origem da palavra herança) e encantadores bosques, com muitas nascentes de água de excelente qualidade, tal como foi descrita por muitos escritores. Região turística por excelência, é um dos locais charmosos de Portugal. Com montanhas verdes e despenhadeiros a Serra de Sintra oferece vistas estupendas da costa marítima, e é, de fato, “um jardim no paraíso terrestre”. Além de turismo, Sintra se destaca pelo vinho de ótima qualidade, pelas pedreiras produtoras de mármore (que durante anos embelezaram várias regiões), e pelas famosas confeitarias.Palácio Nacional da Pena

Situado no alto de um morro, com uma vista maravilhosa. Era o lugar favorito de Lord Byron. Em parte mobiliado, rico e bonito. É uma criação exuberante do rei da Baviera, Fernando de Saxe Coburgo-Gotha (1816-1885) que foi casado com D. Maria II. O rei adquiriu as ruínas do Mosteiro Jerônimo de Nossa Senhora da Pena e iniciou a adaptação para transformá-lo em palácio de verão. É o melhor exemplo do Romantismo português, conhecido por seu estilo decorativo eclético. Era o palácio favorito de D. Amélia, a última rainha de Portugal.
d4789-foto4e28093palc3a1ciodapena
Palácio da Pena – Foto Internet

Esses passeios todos são muito gostosos de fazer; as auto estradas são ótimas, as vistas lindas, é tudo muito perto, uma cidade atrás da outra. Dá para sair de Lisboa de manhã, conhecer vários lugares e voltar a noite para jantar em Lisboa.

Palácio Real de Sintra está localizado no centro de Sintra e sua construção se estendeu por diferentes períodos. É o único exemplar que restou dos palácios reais medievais em Portugal. Acredita-se que o Palácio Real de Sintra tenha sido uma mesquita do Palácio dos mouros muçulmanos Wallis, do século IX.Palácio Nacional de Queluz

Foi construído pelo mesmo arquiteto de Versailles e do Palácio da Pena.Também conhecido como Palácio Nacional é do século XVIII e está localizado na cidade de Queluz, Sintra. Um dos últimos grandes edifícios em estilo rococó erguidos na Europa, o palácio foi construído como um recanto de verão para D. Pedro de Bragança, que viria a ser mais tarde marido e rei consorte de sua sobrinha, a rainha D. Maria I de Portugal. Serviu como um discreto lugar de encarceramento para a rainha Maria I, quando sua loucura piorou, após a morte de D. Pedro em 1786. Após o incêndio que atingiu o Palácio da Ajuda em 1794, o Palácio de Queluz tornou-se a residência oficial do príncipe regente português, o futuro D. João VI, e de sua família. Permaneceu assim até a fuga da família real para o Brasil em 1807, devido à invasão francesa em Portugal.
Restaurante Cozinha Velha – é famoso e está situado dentro do Palácio.
Recomendo muito almoçar lá, além de ter uma decoração de azulejos maravilhosa, a comida e o serviço são ótimos.
de935-foto5-palc3a1ciodequeluz
Palácio de Queluz – Foto Internet

Palácio dos Seteais

O Palácio dos Seteais elegante palácio cor-de-rosa, é hoje em dia um hotel de luxo e restaurante da Sociedade Hotel Tivoli. Antiga construção neoclássica, do fim do século XVIII, construído para o cônsul holandês, Daniel Gildemeester, numa porção de terra cedida pelo Marquês de Pombal. Localizado em Sintra, patrimônio mundial, ergue-se no meio de um terreno acidentado, de onde se pode avistar o mar e o alto da Serra de Sintra. O palácio é lindo, com tapetes de arraiolo motivo Seteais, vale a pena dar uma volta a pé no jardim, o restaurante tem uma comida muito boa.Curiosidade

Conta a lenda que a origem do nome Seteais remonta a 1147, data em que D. Afonso Henriques conquistou Lisboa aos Mouros surpreendeu a princesa moura Anasir, várias vezes até ela gritar o sexto “Ai”. Uma feiticeira tinha dito a sua aia que a princesa morreria ao pronunciar o sétimo “Ai!” e foi o que aconteceu: assim que Anasir pronunciou o sétimo “Ai”, o punhal de um mouro a feriu no peito mortalmente.
dcccd-foto6e28093palc3a1ciodeseteais
Palácio de Setais – Foto Internet

Palácio Nacional de Mafra

O Palácio Nacional de Mafra fica a cerca de 25 km de Lisboa. É um palácio e mosteiro em estilo barroco que domina a vila de Mafra. Foi iniciado em 1717 por iniciativa de D. João V de Portugal, em virtude de uma promessa que o jovem rei fizera se a rainha D. Maria Ana de Áustria tivesse filhos. Classificado como Monumento Nacional em 1910, foi um dos finalistas para uma das Sete Maravilhas de Portugal a 7 de Julho de 2007.

As melhores mobílias e obras de arte foram levadas para o Brasil, para onde partiu a família real por ocasião das invasões francesas O palácio era popular para os membros da família real, que gostavam de caçar, em 1807. O maior tesouro de Mafra é a sua biblioteca, com chão em mármore, estantes em estilo rococó e uma coleção de mais de 40.000 livros com encadernações em couro gravadas a ouro, incluindo uma segunda edição de Os Lusíadas de Luís de Camões.

77a0c-foto7e28093mafra
Mafra – Foto Internet

Curiosidade

A maneira como conservam os livros nessa Biblioteca é muito peculiar: contou-me a moça que fica sentada na entrada quando lhe perguntei: como vocês fazem para limpar todos esses livros? Ela me respondeu sem pestanejar: nós guardamos numa caixa seis morcegos (fez questão de me mostrar a caixa onde estão guardados os morcegos) e os soltamos à noite, depois que a Biblioteca fecha. Esses morcegos comem os insetos que iriam comer os livros!!!! Surpresas Portuguesas!!!Mosteiro da Batalha

O Mosteiro da Batalha é o símbolo mais marcante da Dinastia de Avis, construído por iniciativa de D. João I, em decorrência de um voto à Virgem, caso vencesse a Batalha de Aljubarrota (1385). Representante do final da arquitetura gótica portuguesa (ou estilo manuelino), é também patrimônio mundial (UNESCO desde 7 de Julho de 2007) e uma das sete maravilhas de Portugal. Monumento Nacional, desde 1910.

20abe-foto8e28093mosteirodabatalha
Mosteiro da Batalha – Foto Internet

Óbidos

Óbidos vem do latim “cidade fortificada”. As origens da fortaleza e do castelo de Óbidos, na cidade medieval de mesmo nome, são ainda obscuras. Ao que tudo indica, devido a sua posição dominante em relação à extensa lagoa a ocidente, favoreceu a instalação de um primitivo reduto fortificado de origem romana. A idade Média não deixou vestígios aparentes de sua presença nessa vila, apenas no século XII, Óbidos voltou a merecer referências documentais precisas. Foi tomada aos Mouros em 1148, e recebido a primeira carta de foral em 1195, sob o reinado de D. Sancho I.

Óbidos fez parte do dote de inúmeras rainhas de Portugal. Em 1527, viviam 161 habitantes na vila, o que corresponderia a cerca de 1/10 da população do município. A área da muralha era já nessa época idêntica à atual, ou seja, 14,5 ha. Em 16 de Fevereiro de 2007, o castelo da cidade recebeu o diploma de candidata como uma das sete maravilhas de Portugal. É uma cidade medieval linda! A vila é cercada de muralhas, e a única maneira de se visitar é caminhando pelas ruelas que são muito estreitas. De lá aconselho ir à Caldas da Rainha, cidade montanhosa, pitoresca, famosa por suas porcelanas. É um passeio muito agradável e dá para fazer boas compras.

 

Óbidos

 

Nazaré

A praia é linda, o mar bravo, duas vezes por dia tiram a areia da calçada trazida pelo vento com enxada. No morro acima da praia, não esquecer de visitar a capela onde Vasco da Gama rezou antes de partir para as Índias. Nazaré é uma vila portuguesa no distrito de Leiria. É nesse pequeno município que se encontra Alcobaça.Mosteiro de Alcobaça

A Abadia de Alcobaça é um dos mais importantes mosteiros cistercienses medievais. O mosteiro foi fundado em 1153 por doação do primeiro monarca português a Bernardo de Claraval. A cidade de Alcobaça fica nas confluências dos rios Alcoa e Baço, que por sua vez passa dentro da cozinha do mosteiro. O mosteiro, um dos mais antigos de Portugal, é lindo. 

Mosteiro da Alcobaça

 

Curiosidade – Na sala de jantar, além da porta principal existe uma porta lateral, bem pequena, construída por Sancho I, filho de Afonso Henrique: os abades que comiam muito não conseguiam passar por ela. Era costume dizer e é até hoje “comi como um abade”. Só almoçava com o rei quem passasse pela porta pequena. O mosteiro de Alcobaça fica a 92 km de Lisboa e é a primeira obra
gótica erguida em Portugal. Está classificado como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO e como Monumento Nacional, desde 1910, Em 7 de Julho de 2007 foi eleito como uma das sete maravilhas de Portugal.

Fátima

O nome vem de uma princesa moura. Tornou-se mundialmente conhecida pelas aparições marianas aos três pastorinhos (Lúcia, e seus primos Francisco Marto e Jacinta Marto), que ocorreram lugar entre 13 de Maio e 13 de Outubro de 1917, no lugar da Cova da Iria. A construção do Santuário de Fátima trouxe desenvolvimento ao local. Numa dessas aparições, a Virgem Maria pediu para construírem uma capela naquele lugar, que actualmente é a parte central do Santuário onde está guardada uma imagem de Nossa Senhora. No decorrer dos anos, o Santuário foi sendo expandido até aos dias de hoje, existindo já uma basílica e uma grande igreja, aumentando assim a capacidade de acolhimento de peregrinos em recinto coberto. Aconselho almoçar no restaurante Alice, é ótimo.Curiosidades:

As 7 Maravilhas de Portugal eleitas em julho de 2007:

1 – Mosteiro de Alcobaça
2 – Mosteiro dos Jerônimos
3 – Palácio da Oeba
4 – Mosteiro da Batalha
5 – Castelo de Óbidos
6 – Torre de Belém
7 – Castelo de Guimarães

Finalizando com Álvaro de Campos, o viajante dramatico (pseudônimo de Fernando Pessoa):

Viajar ainda é viajar e o longe está sempre onde esteve / Em parte nenhuma, graças a Deus!

Boa Viagem!

Serviço:

Restaurante Porto de Santa Marta
Estrada do Guincho
2750-374 Cascais, Lisboa, Portugal
Tel. 21 487.9450

Restaurante João Padeiro
Estrada do Guincho
2750-642 Cascais, Portugal
Tel. (+351) 21 485.7141

Hotel Albatroz
Rua Frederico Arouca, 2750
Cascais, Portugal21 484 73 80
albatrozhotels.com

Farol Design Hotel
Av. Rei Humberto II de Itália, 7
2750-461 Cascais, Portugal
Tel. (+351) 21 4823490

Hotel Fortaleza do Guincho
Estrada do Guincho
2750-642 Cascais, Portugal
Tel. (+351) 21 4870 491
reservations@guinchotel.pt

Museu Condes de Castro Guimarães
Avenida Rei Humberto II de Itália,
2750-319 Cascais, Portugal
Tel. (+351) 21 482.5407

Museu Paula Rego
Avenida da República 300
2750-475 Cascais, Portugal
Tel. 21 4826970

Cassino de Estoril
Av. Dr. Stanley Ho
2765-190 Estoril, Portugal
Tel. (+351) 21 466.7700

Fundação Elipse
Rua das Fisgas, Pedra Furada
Alcoitão, Cascais, Portugal

Palácio da Pena
Estrada da Pena
2710-609 Sintra, Portugal

Palácio Real de Sintra
Largo Dr. Vergílio Horta
2714-501 Sintra, Portugal

Palácio Nacional de Queluz
Largo do Palácio
2745-191 Queluz, Portugal
Tel. (+351) 21 434.38 60
pnqueluz@imc-ip.pt

Palácio dos Seteais
Tivoli Palácio de Seteais Hotel
Rua Barbosa do Bocage, 8
2710-517 Sintra, Portugal
Tel. (+351) 21 923 32 00

Palácio Real de Mafra
Praça do Município
2644-001 Mafra, Portugal

Mosteiro de Alcobaça
Rua Dom Pedro V
Alcobaça, Portugal

Museu Paula Rego
Avenida da República 300
2750-475 Cascais, Lisboa
Tel. 21 482.6970

Colaboradora: Virginia Figliolini Schreuders

12 comentários em “Saindo de Lisboa

  1. Oi Yeda
    Viajei no seu artigo, muito interessante e bem escrito. É como voltar nos lugares conhecidos e programar o espírito para entrar em lugares novos.
    Parabens pelo texto e pelas fotos
    Bjs
    Miriam

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s